sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Reconhecimento





Uma criança brinca de cabra-cega,
ela enviesa com o tato os amparadores,
Sabe que depois de abstrair todas as sensações
e encher seu peito pelos achados
pode caminhar com passos mais largos, 
mesmo com os olhos fechados,
depois do reconhecimento total da superfície.
Já aqueles que não ousam caminhar
pelo desconhecido
nunca ultrapassará o medo
e se sentirá restrito
ou preso num novelo
sem sentir o seu começo,
seu meio
e o sem fim.