sexta-feira, 12 de junho de 2015

Sonhos



Caminhamos para o entendimento, 
trabalhando na contra-mão
do que é estabelecido. 
Manter-se no isolamento, 
é manter-se na ignorância 
do entendimento imposto. 
Temos a informação,
mas os meios ainda à projetam para confundir, 
sob a mecanicidade da ótica do poder. 
Essa é a falácia da meritocracia, 
desfaz os sonhos.
A sociedade criou uma ferramenta de proteção, 
onde errar não tem concerto: - esse é o engano.
O aprendizado é maior que a ordem social,
é tão imenso quanto a vida.