segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Eu e minha consciência negra



Eu sou negra,
tenho sangue negro
com mistura europeia,
acidentalmente de pele branca.
Somos além da aparência
temos que nos enxergar
antes de tudo como ser humano.
O relacionamento com as pessoas
deve se dar pelo respeito
e pela consideração ao outro.
No entanto se reconhecer é o melhor caminho,
antes de qualquer processo.
O meu eu não nega minhas raízes.
Nessa minha ancestralidade
sou uma menina aprendendo
a me enxergar através do espelho do outro.
Viva todas as raças!
20 de novembro, Dia Nacional da Consciência Negra!